• Roberta Calábria

Picolé de leite materno


Picolé.. Tetolé.. Peitolé…

Esses são alguns dos nomes para chamar essa invenção salvadora!

Para dias de muito calor ou aqueles em que a cria tá incomodada com o nascimento dos dentes, leite materno congelado pode ser de grande ajuda!


Mas como fazer?

Simples! Siga os mesmos cuidados de ordenha, como se fosse armazenar ou doar o leite: ambiente limpo, cabelos presos, mãos e seios limpos também. Só que ao invés de colocar o leite nos recipientes comuns de armazenamento, coloque nas forminhas de picolé (que devem estar igualmente higienizadas) e leve ao freezer. Dependendo da potência do aparelho, o congelamento pode levar cerca de 1h. Uma dica: se der, mexa as forminhas para misturar bem o leite durante o congelamento. Mas cuidado para não chorar sobre o leite derramado.



Depois de pronto é só retirar da forma e partir pra lambança. Sim, vai sujar! E é provável que em algum momento caia no chão. Mas enquanto a criança conseguir chupar o picolé e esfregá-lo na gengiva, o alívio compensa. O gelo, além de refrescar, serve como analgésico natural, diminuindo as dores do aparecimento dos dentes.


O picolé de LM não é indicado para bebês com menos de 3 meses. E a partir dos 6 meses, seguindo as indicações da introdução alimentar, é possível misturar frutas e variar os sabores.


Divirtam-se! E até breve!

Roberta Calábria. Doula, educadora perinatal e consultora de amamentação.

3 visualizações

Contato

Quer marcar uma conversa? Tem alguma dúvida ou sugestão? Me telefona, manda um whatsapp ou um e-mail.

Te responderei assim que puder!

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
(22) 99104-4884