Puerpério, dores e delícias

A literatura médica e o senso comum tratam o puerpério como o intervalo de tempo do parto e de 40 a 90 dias. Não existe consenso. Uma abordagem humanizada reconhece que não há um limite padrão para seu fim. Cada binômio mãe/cria vai estabelecer seu tempo e sua finitude.

 

Há quem entenda que o puerpério está vinculado ao tempo de amamentação por leite materno, há quem pense no fim da licença maternidade como marco. E há, ainda, quem entenda que só acaba quando acaba mesmo!

 

O que é importante é compreender que, após a maternidade, a mulher se coloca no mundo de uma nova maneira, se transforma em um novo ser social, e isso implica em mudanças drásticas em relação ao autorreconhecimento, além de toda uma nova rotina e dinâmica de relações.

É sempre muito intenso. E muitas vezes bastante doloroso e solitário.

 

Uma consulta para falar sobre o puerpério pode ser feita antes do parto, para que a mulher consiga instrumentos para elaborar melhor esta mudança.

 

Mas pode e é bastante indicada para mulheres que estão imersas nas muitas dores (e dificuldades de enxergar as delícias) dos primeiros períodos como mães.

 

Vamos conversar sobre expectativas e o impacto da realidade,

as dificuldades de adaptação às rotinas,

o peso da amamentação neste momento,

os cuidados com o bebê e métodos para facilitar sua chegada,

as mudanças nas relações conjugais e familiares,

o autocuidado,

o corpo, a mente e a alma em meio a isso tudo.

 

Ser mãe NÃO é padecer no paraíso!

Os valores e formas de pagamento são pensados de forma conjunta e consciente, entre você e eu.

Entre em contato para conversarmos sobre isso.

Contato

Quer marcar uma conversa? Tem alguma dúvida ou sugestão? Me telefona, manda um whatsapp ou um e-mail.

Te responderei assim que puder!

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
(22) 99104-4884